24 C
pt-BR
- PUBLICIDADE -

Banco demite Pedófilo Esquerdista que raptou menina de 12 Anos



Daniel Moraes Bittar: militante de esquerda vai responder pelos crimes de sequestro e estupro | Foto: Reprodução/Facebook


Garota foi dopada e sequestrada ao sair de escola; vídeos mostram homem de 42 anos em escadas de prédio com criança em mala

Daniel Moraes Bittar, indivíduo engajado em atividades políticas de esquerda, foi detido por seu envolvimento em um crime de sequestro e estupro contra uma jovem de 12 anos. Recentemente, ele foi dispensado de seu cargo, sendo a demissão comunicada pessoalmente pelo presidente do Banco de Brasília (BRB), empresa na qual ele atuava desde 2015.

“Tomamos conhecimento dos fatos hoje”, informou Paulo Henrique Costa, presidente do BRB. “Não vamos tolerar nenhum tipo de assédio, em especial o sexual e contra menor de idade. Vamos encerrar o vínculo empregatício dele com a instituição financeira imediatamente”, garantiu o executivo, em contato com o site Metrópoles.

Conforme mencionado no site, Bittar exercia a função de analista de TI na empresa. Ele fazia parte da equipe responsável pelos sistemas externos. Ele foi preso no dia 28 de quarta-feira e sua última presença no trabalho foi no dia 22 de quinta-feira. Após isso, ele tirou um dia de folga e justificou que estava cuidando da saúde de sua mãe.

Funcionário de banco e esquerdista foi preso por sequestrar e estuprar menina de 12 anos

Daniel Moraes Bittar, que recentemente perdeu o emprego no banco BRB devido ao seu envolvimento em um sequestro e estupro de uma menina de 12 anos, costumava se identificar como um seguidor das ideias da esquerda em suas redes sociais. Em suas contas do Facebook e Instagram, ele compartilhava imagens participando de manifestações com adesivos de apoio a Lula e segurando bandeiras do PT. As informações são da Revista Oeste.
Postagens mais antigas
Postagens mais recentes

Postar um comentário

Ads Single Post 4